Notícias Notícias

Voltar

Covid-19: Justiça do Trabalho e MPT fazem doação para compra de impressoras para confecção de máscaras

A Justiça do Trabalho em Mato Grosso do Sul destinou aproximadamente R$ 62 mil para o IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul), campus Três Lagoas, para a compra de três impressoras 3D, atendendo a pedido do Ministério Público do Trabalho. Os equipamentos produzirão máscaras de proteção facial para instituições de saúde de Três Lagoas e para o Hospital Regional de Campo Grande. O recurso é proveniente de ações civis públicas na esfera trabalhista.

As duas primeiras destinações de recurso viabilizaram a compra da primeira impressora 3D, que será entregue nesta terça-feira, dia 12 de maio, ao IFMS-Três Lagoas, no valor de R$ 18 mil. As outras duas impressoras, que totalizam o valor de R$ 44 mil, estão em fase de finalização da compra.

As máscaras de proteção a serem confeccionadas são do tipo FaceShield, composta por uma coroa e uma viseira/visor longo, que cobre o rosto do profissional de saúde. Esse tipo de EPI (Equipamento de Proteção Individual) aumenta o tempo de vida útil das máscaras que cobrem nariz e boca.

Pesquisa com impressoras 3D

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS), campus Três Lagoas, em parceria com a UNESP (Universidade Estadual Paulista) de Ilha Solteira, desenvolve projetos de pesquisa com impressoras 3D já há algum tempo. Com a pandemia e a demanda de equipamentos de proteção individual, as duas instituições começaram a produzir máscaras de proteção facial (Face Shield) com impressoras 3D para doação, no entanto em número reduzido. Com a compra das impressoras, será possível ampliar consideravelmente a capacidade de produção dos protetores faciais. Juntas, as três impressoras serão capazes de imprimir cerca 80 coroas de protetores faciais por dia.

As equipes envolvidas no projeto avaliaram e escolheram o modelo de impressora que apresenta melhores resultados de produção com menos problemas.

A produção na pandemia

Neste período de pandemia, o trabalho de confecção de máscaras faciais tem sido desempenhado por estudantes de pós-graduação e seus orientadores da Unesp de Ilha Solteira. No campus do IFMS de Três Lagoas a produção será feita por professores e servidores envolvidos no projeto, uma vez que o IFMS está com as atividades sendo realizadas à distância.

Com a doação do recurso pela Justiça do Trabalho e Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul para a compra das impressoras, o IFMS, como contrapartida, fica responsável por custear os insumos para manter a produção das máscaras, como os filamentos de acetato, utilizados para as viseiras, que já foram comprados e entregues. "Tudo será montado e esterilizado para ser entregue as instituições públicas de saúde", explica Walterísio G. Carneiro Júnior, diretor-geral do IFMS - Três Lagoas.

A demanda pelas máscaras de proteção facial é grande. A expectativa é produzir 1.700 máscaras que serão distribuídas para o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas e Prefeitura Municipal para distribuição entre os centros de saúde e para o Hospital Regional de Campo Grande.

O diretor-geral do IFMS - Três Lagoas explica que a produção de máscaras será feita enquanto houver necessidade desses equipamentos de proteção na região. Após a pandemia, as impressoras 3D serão utilizadas nos projetos de pesquisa e destinadas ao Laboratório de Eletrotécnica, Laboratório de Informática e para o Espaço Maker no IFMS - Três Lagoas.

Processos:

ACP 0025638-70.2016.5.24.0005

ACP 0025946-37.2015.5.24.0007