Notícias Notícias

Vara do Trabalho de Jardim é inaugurada em prédio próprio e referência em sustentabilidade

Captação de energia solar e água da chuva é a base do projeto de construção da sede própria da Vara do Trabalho de Jardim, inaugurada nessa sexta-feira, 9 de novembro. A obra de 627 m² de área construída levou sete meses para ficar pronta. Após 14 anos funcionando em um imóvel alugado pela prefeitura de Jardim, a partir de segunda-feira (12), a unidade já estará funcionando no novo local, na Avenida Duque de Caxias, em frente à Praça Getúlio Vargas.

O ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Marcio Eurico Vitral Amaro, participou da solenidade e elogiou o projeto arrojado. "O caminho hoje é garantir a sustentabilidade, evitando o desperdício de recursos naturais e proporcionando a economia de gastos públicos, sobretudo diante das dificuldades orçamentárias que se apresentam ultimamente", afirmou o ministro.

Para o Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, desembargador João de Deus Gomes de Souza, a inauguração da sede própria representa um avanço para a população que será mais bem atendida nas novas instalações. "A Justiça tem que ser ampliada com a sua presença, porque a sociedade é quem ganha com isso. Hoje o papel da Justiça do Trabalho não é apenas julgar conflitos entre capital e trabalho, mas de olhar para a população e ajudar naquilo que pode ser feito com ações de responsabilidade social", defendeu o des. João de Deus.

O Juiz Titular da Vara do Trabalho de Jardim, Aparecido Travain Ferreira explicou que a nova sede representa um trabalho de mais de dez anos. "Nós começamos a negociar esse terreno em 2007 e tivemos uma série de percalços. O terreno foi comprado pela prefeitura que cedeu para a União para que fosse construído esse prédio, que vai oferecer um atendimento digno para os jurisdicionados e servidores", garantiu o magistrado.

Também esteve na inauguração o prefeito de Jardim, Guilherme Alves Monteiro que agradeceu ao magistrados da Justiça do Trabalho que proporcionaram a construção da nova sede da Vara do Trabalho de Jardim. "Vocês valorizam a nossa cidade e Jardim ganha com um prédio tão valoroso quanto este", destacou o prefeito.

O Fórum Trabalhista da Vara do Trabalho de Jardim recebeu o nome de "Edmilson Brum Escobar", uma homenagem ao oficial do Cartório de Registro de Imóveis da Comarca e ex-vereador de Jardim, falecido em 2013.


Inovações
A nova sede traz diversas soluções de sustentabilidade que deverão gerar economia de água e energia elétrica. Uma deles é o sistema de captação e reaproveitamento de água da chuva com armazenamento de 6 mil litros que, nos meses chuvosos, deve garantir uma economia de 25% na conta de água.

Também foram utilizadas placas fotovoltaicas para geração de energia elétrica a partir da luz solar e lâmpadas de LED na iluminação interna e externa, o que garantem uma economia de até 40% ao mês. O projeto conta, ainda com brises, persianas e insulfilmes para minimizar a entrada de radiação solar, sistema de climatização providos de equipamentos "inverter", piso ecológico.

Além de atender as normas de sustentabilidade, a Vara do Trabalho de Jardim também segue os critérios de acessibilidade para portadores de necessidades especiais e possui um moderno sistema de segurança com alarmes, monitoramento e controle de acesso.

O novo prédio custou R$ 1.366.407,61 e atende às exigências da Resolução nº 201/2015 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre a criação das unidades socioambientais nos órgaos e conselhos do Poder Judiciário em relação à logística e sustentabilidade.


Instalação


A Vara do Trabalho de Jardim foi criada pela Lei Nº 10.770, de 21 de novembro de 2003, e instalada em 29 de novembro de 2004, pelo então Presidente do Tribunal, Desembargador João de Deus Gomes de Souza. Sua jurisdição abrange os municípios de Jardim, Porto Murtinho, Caracol, Bela Vista, Guia Lopes da Laguna, Nioaque e Bonito. 

Confira aqui as fotos do evento.