Notícias Notícias

Magistradas do TRT24 compõem Comissão Nacional de Promoção à Conciliação

As juízas do TRT da 24ª região, Beatriz Maki Shinzato Capucho, Coordenadora do Nupemec-JT, e Déa Brandão Cubel Yule, Coordenadora do Cejusc 1, foram designadas para compor a Comissão Nacional de Promoção à Conciliação (CONAPROC).  A Comissão foi instituída pela Resolução CSJT n. 174/2016 como órgão integrante da política de tratamento adequado das disputas de interesses no âmbito do Poder Judiciário Trabalhista, voltado a auxiliar o CSJT na definição e implementação de diretrizes do programa.

Cabe à Comissão propor, planejar e auxiliar a implementação de ações, projetos e medidas necessárias para conferir maior efetividade à conciliação trabalhista e fomentar e divulgar boas práticas em conciliação trabalhista e medidas que auxiliem os magistrados da Justiça do Trabalho no desempenho dessa atividade. Ainda, a comissão deverá atuar na interlocução com os NUPEMEC-JT e CEJUSC-JT dos Tribunais Regionais do Trabalho.

A CONAPROC é coordenada pela Vice-Presidência do CSJT e composta pelo Ministro Breno Medeiros, indicado pela Presidência do TST, pelos 24 magistrados coordenadores dos NUPEMEC-JT dos Tribunais Regionais do Trabalho, e por cinco magistrados coordenadores de CEJUSC-JT representantes das regiões geoeconômicas do país. A juíza Déa Brandão Cubel Yule,  coordenadora do Cejusc 1, foi escolhida como representante da região Centro-Oeste.

Para a coordenadora do Nupemec do TRT24, juíza Beatriz Shinzato Capucho, a participação na Comissão é importante porque mostra o comprometimento do nosso Tribunal na implementação da política conciliatória. "A juíza Déa Yule vem executando um trabalho primoroso no Cejusc 1, trazendo novas iniciativas e formas de atuação, o que permitiu que o Tribunal alcançasse índices elevados de conciliação. A sua indicação como representante da região Centro-Oeste na Comissão Nacional foi o reconhecimento de seu trabalho e sua dedicação".