Notícias

Ouvidoria lança nova campanha: "Aqui o público interno tem voz!"

A missão da Ouvidoria é servir de canal de comunicação direta entre o cidadão e o TRT da 24ª Região, especialmente advogados, jurisdicionados e público externo em geral. Queremos que você saiba que a unidade também está de portas abertas para escutar magistrados, servidores, estagiários e funcionários terceirizados do tribunal. Por isso, lançamos a campanha “A Ouvidoria é também para ouvir o pessoal da nossa casa: aqui o público interno tem voz!”

A Ouvidoria é o canal seguro de interlocução do público interno com os órgãos administrativos e judiciários do TRT24 para o eficaz atendimento de suas demandas e, sendo assim, ela pode te ajudar no seu dia a dia.  Por exemplo: se você fez um pedido a uma determinada unidade e não foi atendido, a Ouvidoria acionará aquele setor por você. Já outro papel importantíssimo da unidade é o de receber sugestões. Se você acha que determinado fluxo de trabalho poderia ser simplificado ou mais bem delineado no tribunal ou no local onde você trabalha, pode dar a sua ideia que nós direcionamos para você. É possível, ainda, sugerir projetos que agreguem melhoria ao bom funcionamento do meio ambiente de trabalho, bem como, práticas e ações de sustentabilidade.

A unidade também é o canal a ser buscado para tirar dúvidas e pedir orientações sobre serviços ou informações que não ficaram muito claras. Caso você entenda que alguma informação necessária não está no portal ou na intranet, por exemplo, a Ouvidoria vai atrás dessa informação junto ao setor responsável.

Podemos receber também elogios ao atendimento de algum servidor ou enviar feedback a unidades que apresentam um bom funcionamento ou uma prática diferenciada. Da mesma forma, podem ser apresentadas críticas a algo que pode ser melhorado e reclamações, inclusive relativas a possíveis casos mais graves no ambiente de trabalho e possíveis conflitos enfrentados nas relações de trabalho.

O público interno também poderá demandar junto à Ouvidoria informações que não estão disponíveis no Portal da Transparência ou no site do tribunal, com base na Lei de Acesso à Informação (LAI). Quem precisar de proteção de dados pessoais também pode evocar a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), solicitando restrição de acesso à unidade. Nestes casos, a manifestação deve ser feita preenchendo um formulário próprio disponível no portal da Ouvidoria.

Conclamamos o público interno a trazer a sua voz! Queremos aumentar a participação e valorização de espaços de diálogo com a Administração. Afinal, todos fazemos parte da mesma casa, a família do TRT24.

Ouvidoria do TRT24