Notícias Notícias

Voltar

Vídeo mostra como foi a distribuição de alimentos na Comunidade Mandela

Durante todo o mês de junho de 2022, a Justiça do Trabalho de Mato Grosso do Sul mobilizou magistrados, servidores e instituições parceiras para arrecadar donativos para a Comunidade Mandela, alcançando 7,2 toneladas de alimentos distribuídos em 351 cestas básicas. No último domingo, dia 26/6, foram entregues 200 kits de 20 quilos, contendo arroz, feijão, óleo, açúcar, sal, fubá, macarrão e molho de tomate. Além da cesta de alimentos não perecíveis, as famílias cadastradas da Comunidade Mandela receberam 5 kg de sobrecoxa congelada de frango, doados por um frigorífico.

Veja como foi a distribuição dos alimentos no vídeo abaixo:

 

A campanha “Corregedoria Solidária” é promovida pelo gabinete do ministro Caputo Bastos, frente à Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho e visa fomentar a solidariedade entre magistrados, servidores, e prestar apoio a instituições carentes em todos os regionais durante as correições.

A campanha tinha como objetivo inicial fornecer uma cesta básica para cada uma das 183 famílias beneficiadas. Com o trabalho de sensibilização realizado pelos organizadores, a adesão de todos na doação de valores, alimentos, cotação de preços e montagem das cestas por servidores do tribunal, a campanha superou a expectativa inicial, alcançando 351 cestas básicas. Neste domingo, foram entregues 200 kits para as famílias cadastradas. Na Comunidade Mandela, 174 famílias de 1 a 5 pessoas receberam 1 kit (20kg de alimentos não perecíveis + 5 kg de frango). Quatorze famílias, que possuíam de 6 a 10 moradores, foram contempladas com dois kits. Além destas famílias, foi possível atender outras 12, da “Antiga Portelinha”, comunidade em frente à Mandela. O restante dos alimentos será entregue daqui a 30 dias.

As informações completas sobre a Campanha Corregedoria Solidária podem ser acessadas no PROAD 19799/2022.