Notícias Notícias

Voltar

Servidora aposentada do TRT/MS realiza projeto de leitura com jovens

 

“Vamos ler juntos?: Rodas de leitura com jovens” é o nome do projeto lançado esta semana pela servidora aposentada do TRT/MS e bibliotecária, Gilza Núria Brandão Marroni. O projeto tem o objetivo de conquistar e formar leitores autônomos, bem sucedidos em seus estudos e motivados a refletirem sobre a vida, a sociedade e as possibilidades de transformação da realidade.

Serão 20 encontros de rodas de leitura com jovens internos da Unidade Educacional de Internação Masculina (Unei) Dom Bosco, com idades entre 13 e 18 anos, que serão realizados na Biblioteca Pública Dr. Isaías Paim, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.

A idealizadora do projeto, Gilza Marroni, que foi bibliotecária por 35 anos, conta que sempre teve a intenção de fazer um trabalho voluntário que envolvesse livros e literatura quando se aposentasse. “Conversei com vários jovens e, como a maioria dizia que não gostava de ler, pensei em criar um projeto que atendesse jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica, que não tem tanta oportunidade de estar em contato com livros adequados a idade deles, que despertem sua atenção”.

A bibliotecária explica que, normalmente, os jovens que dizem não gostar de ler nunca puderam escolher suas leituras ou sequer foram apresentados a livros de diferentes gêneros literários. “Grande parte deles enfrenta dificuldades com o vocabulário e a interpretação do texto. A maioria associa a leitura a uma obrigação, a algo desagradável, e existem aqueles que alegam não ter paciência com textos maiores porque estão acostumados com as leituras fragmentadas das redes sociais”, explica.

Durante os encontros semanais, com uma obra previamente escolhida, o grupo de leitores reveza a leitura, conversa e tira dúvidas, desassociando a leitura da obrigação. “Faremos a leitura pelo simples prazer de ler, sem cobranças ao final. O objetivo de mostrar pra eles que ler pode ser uma coisa muito bacana, o ato em si pode ser muito prazeroso”, declara a idealizadora.

Gilza afirma que é fundamental que os jovens escolham o que desejam ler e que os textos sejam apropriados à faixa etária do grupo, com potencial despertar o interesse, a curiosidade, a imaginação e a identificação desses leitores. Para o próximo encontro, a obra escolhida pelos jovens foi Percy Jackson e o ladrão de raios, de Rick Riordan.

A oferta de gêneros é variada, passando pelo ‘Mitos gregos para jovens leitores’, ‘O Diário de Anne Frank’, ‘O Guia do Mochileiro das Galáxias’, ‘Harry Potter’ até ‘Frankenstein’, ‘O Conde de Monte Cristo’, e ‘Um Conto de Natal’, de Charles Dickens.

Além disso, o formato de roda de leitura possibilita aos participantes compreenderem melhor o texto, compartilhar interpretações e visões de mundo, descobrir trechos que passariam despercebidos se lidos individualmente. “Ouvir o outro agrega sentido à leitura”, pontua.

O projeto também trabalha com as emoções por meio da leitura. “Quando a gente vê algo que gosta, a gente entra naquela estória, vive outra vida; conhecemos épocas - saímos de onde estamos e viajamos - e por meio de determinados personagens, nos reconhecemos ou reconhecemos os outros”, finaliza.

O projeto “Vamos ler juntos?: Rodas de leitura com jovens”  é uma parceria entre a bibliotecária, que fornece os livros, faz a mediação e a coordenação do projeto; a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, que cede o espaço físico e o transporte e a SAS que viabiliza a participação dos jovens.

Gilza Núria Brandão Marroni é formada em Biblioteconomia pela Universidade Estadual de Londrina, possui Especialização em Administração de Bibliotecas e Mestrado em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília. Ministra palestras, cursos e treinamentos na área da Biblioteconomia. 

Serviço:

Quem quiser saber mais informações sobre o projeto ou fazer parcerias, pode entrar em contato com a coordenadora pelo e-mail: vamoslerjuntos@hotmail.com .

Siga o projeto no Instagram: https://www.instagram.com/vamos.ler.juntos/